O ano de 2016 começa com boas notícias a respeito da canonização do Ir. Basílio Rueda. Em janeiro encerrou o processo diocesano, ou seja, a primeira fase de análise sobre a canonização do Irmão. Os Maristas do México comemoraram intensamente a conclusão desta etapa.

No dia 13 de janeiro houve uma celebração presidida pelo cardeal Francisco Robles Ortega na Universidade Marista de Guadalajara. Na ocasião, ele anunciou que o processo correrá a partir de agora no Vaticano. Para que chegue à sua beatificação é necessário, por sua intercessão, a existência de um milagre. Para a canonização é preciso a existência de um segundo milagre. Assim ele será proclamado santo.

O Ir. Basílio Rueda nasceu em 1924, em Acatlán de Juárez, México. Aos 17 anos ingressou no juniorado dos Irmãos Maristas de Tlalpán e fez a sua profissão perpétua em 1950. De 1967 a 1985 atuou como Superior Geral do Instituto Marista. Escreveu mais de 2500 páginas de circulares e mais de 50 mil cartas a amigos, sacerdotes, alunos e Irmãos. Em 1986 foi nomeado responsável do noviciado da Província de México Central e, convidado pelo Ir. Charles Howard, fez grandes esforços para o lançamento do Movimento Champagnat da Família Marista. De 1991 até 1996 foi o animador dos dois noviciados das províncias mexicanas e esteve sempre próximo aos jovens. O Ir. Basílio faleceu, em 12 de janeiro de 1996, deixando um grande legado aos Maristas de Champagnat.