A guerra Síria está deixando um saldo de mais de 350.000 mortos, 9 milhões de emigrados para o interior do país e 3 milhões no exterior. Por amor às crianças e jovens, ao povo sofredor e ao campo de missão, os Maristas Azuis (Maristas de Champagnat da Síria) decidem permanecer em Alepo. Confira a matéria, com o depoimento do Irmão Georges Sabé que deixou o país (na fronteira) por algumas horas para falar do sofrimento da população, do trabalho e da Missão Marista no país destroçado.