Entre os dias 25 e 29 de agosto a Província Marista Brasil Centro-Sul (Grupo Marista) recebe a visita do Ecônomo Geral, Ir. Libardo Garzón para conhecimento sobre a realidade de atuação desta unidade administrativa, o modo de gestão e governança que é realizado atualmente e o acompanhamento dos processos econômico-financeiros e vitalidade da missão.

De acordo com o Ir. Libardo outro motivo de sua visita é ampliar os horizontes frente ao mundo marista e conhecer novos modelos de governança, gestão e animação para que, a partir disso, possa também ser promotor de boas práticas. “Encontro Províncias que possuem coisas muito valiosas para compartilhar com as outras; visita-las é ter a oportunidade de conhecer novos espaços e ter uma visão mais global do Instituto para poder gerar sinergias entre as províncias e ajudar no Governo Geral”, afirma.
O cronograma de trabalho do Ir. Libardo na província é extenso. A primeira atividade proposta foi uma reunião com os gestores realizada no Prédio Administrativo, em Curitiba, para fornecer a ele uma visão geral da missão, em especial informações econômico-financeiras das entidades jurídicas da província. De acordo com o Ir. Jorge Gaio, Ecônomo Provincial, esta visita está sendo uma oportunidade de apresentar com transparência dados de relevância, reportar os processos e as mudanças administrativas, de governança e de gestão. Além disso, também abordar assuntos mais qualitativos da província, como os processos pastorais, voluntariado e o desenvolvimento de pessoas.
O Ir. Joaquim Sperandio, Superior Provincial, salienta que suas expectativas em relação a visita do Ecônomo Geral à província não é uma ocasião apenas de reporte econômico-financeiro, mas principalmente de demonstrar como a missão acontece por aqui. Outra questão é apresentar ao Ir. Libardo um posicionamento de corresponsabilidade da província perante o Instituto Marista e também do Instituto em relação a província.
O Ir. Libardo explica que no mundo marista há uma diversidade muito grande de modelos de gestão. Quando ele olha para a administração da Província Marista Brasil Centro-Sul (Grupo Marista) sente-se entusiasmado. “Eu felicito a província, pois acredito que os gestores estão fazendo um esforço muito grande para que a missão marista seja sustentável e perene; isto só é possível com uma administração que preza pelo uso evangélico dos bens”, diz.
Além das reuniões, o roteiro de visita do Ir. Libardo conta também com momentos de diálogo com o Setor do Economato, com representantes da PUCPR e Rede de Colégios e com o Conselho Provincial. Haverá ainda um tempo reservado para visita a algumas unidades, como o Hospital Marcelino Champagnat, Hospital Universitário Cajuru e o Colégio Santa Maria e um espaço de diálogo com os jovens que estarão reunidos no Centro Marista Marcelino Champagnat (CMMC) para a Assembleia de Juventudes.
Da visita do Ir. Libardo a Província Marista Brasil Centro-Sul ficou o aprendizado a respeito do que deve-se fazer para dar continuidade ao sonho de Champagnat. “É necessário que todas as províncias estejam dispostas a fazer uma tomada de consciência quanto a sua organização para que estejam alinhadas às diretrizes do Instituto, mas também aos ensinamentos de Champagnat”, explica. Para ele, se as províncias caminharem neste sentido, estarão mais próximas do “novo começo”, anunciado pelo Bicentenário do Instituto Marista.