Como conscientizar crianças e jovens para a importância da preservação do meio ambiente? Dando o exemplo! É isso que o Centro Educacional Marista São José, em Santa Catarina, está fazendo. Eles desenvolveram um projeto chamado Escola Sustentável, que incentiva boas práticas ambientais na escola.

Segundo Marilene Vieira, uma das responsáveis pelo projeto, o principal objetivo é ensinar práticas diárias que auxiliam na preservação, na utilização dos recursos e na diminuição dos custos para os alunos.

Bons exemplos

O Centro São José se tornou um ponto de referência na região pela coleta de tampinhas, lacres de alumínio, óleos e gorduras, ações que colocam em prática o conhecimento dos alunos sobre sustentabilidade adquiridos em sala de aula.

Mas não é só isso: o bom exemplo também vem de projetos especiais criados pelos trabalhadores do Centro, caso de Gentil Fernandes Vieira, de 65 anos, responsável pela manutenção da escola, que trabalha há 19 anos no Centro.

O Gentil criou um sistema de captação de água de chuva com calhas que reduziu o consumo de água no local, e que hoje é utilizado por toda limpeza da escola. Ele conta que a iniciativa foi aprovada na hora pela importância de reaproveitar algo como a água da chuva.

Segundo ele, muitos pais o procuraram para saber como fazer o sistema de reaproveitamento em casa, pois a água sai limpa e pode ser totalmente utilizada para limpeza, além de ajudar o meio ambiente e reduzir os custos.

Atendimento gratuito

O Centro São José atende gratuitamente crianças e adolescentes com idade de 6 a 17 anos, no bairro Serraria, em São José, além de oferecer projetos no contraturno escolar.

A escola faz parte da rede de escolas sociais coordenadas pelo Grupo Marista, que, através de ações nas áreas da educação e da assistência social, beneficia mais de 7 mil crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social em unidades do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul.