Leigas e leigos reconhecem a própria vocação laical marista e se empenham em um caminho de crescimento pessoal e comunitário e de maior vinculação ao carisma de Champagnat, segundo diferentes modalidades.

Os elementos necessários para que alguém se reconheça como leigo e leiga marista são: a) reconhecer a própria vocação laical marista; b) engajar-se na proposta de itinerários formativos-vivenciais; c) aprofundar os elementos carismáticos (missão, espiritualidade e comunhão); d) abrir-se a processos de acompanhamento; e) ser reconhecido por meio da vinculação ao Instituto.

Possíveis itinerários para o discernimento da vocação laical marista são: Vivemar, Retiros, Hermitage Marista, Violetas Maristas, Oficina do Patrimônio Espiritual Marista (PEM), Afiliados, Movimento Champagnat da Família Marista (MChFM), Grupos Laicais, Pastoral Juvenil Marista (PJM) e Voluntariado.