O termo de alteridade nos remete à atitude do sujeito (ou da Instituição) em se abrir ao diálogo respeitoso e ao acolhimento fraterno da diferença do outro, na qual a diferença é percebida como possibilidade de enriquecimento dos significados da vida e do mundo.

A Instituição Marista, embora de explícita identidade cristã e católica, não coloca obstáculos à diversidade religiosa. Ao contrário, defendemos a fé e a espiritualidade como dimensões constitutivas do ser humano. A diversidade religiosa é uma das facetas da alteridade, que, portanto, nos convida ao diálogo. Nesse sentido, respeitamos e incentivamos que as pessoas vivam a sua fé com fidelidade e coerência.