O espaço de Trabalho, Marista ou não, não se resume apenas ao trabalho em si, mas em um espaço de troca de experiências, convivência comunitária e construção coletiva, onde o voluntário faz parte da unidade em que está e a unidade faz parte da vida do voluntário. Proporciona aos voluntários projetos e espaços de engajamento social que oportunizam a vivência, a integração intercultural e ação colaborativa junto à pessoas e comunidades.