Nessa etapa, acontecem os primeiros contatos, o processo de aproximação e de conhecimento mútuo do jovem vocacionado com o Irmão, animador vocacional, em torno do sentido e do projeto de vida e de felicidade, bem como do SER Marista.