APRESENTAÇÃO

ALEGRIA E ESPERANÇA: DOSSIÊ VATICANO II | Uma análise sobre o cinquentenário do Concílio.

Certas experiências da vida merecem tempo para serem compreendidas; é como olhar a palma da mão: visualizamo-la melhor com certa distância. E não se trata de fuga ou alienação, mas de reconhecimento. Reconhecimento que nos convida a olhar com alegria e esperança, gaudium et spes.

Nesse ano – 2015 – comemoramos o cinquentenário de encerramento do Concílio Vaticano II. A Igreja é chamada, pelo Espírito de Jesus,não apenas a uma memória do passado, pois, como diz o poeta,“o passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente” (MarioQuintana). Celebrar cinquenta anos do maior acontecimento da Igreja do século XX é voltar às fontes, àquela alegria e esperança “tão antiga e sempre nova”.
Seguindo a esteira aberta pela Campanha da Fraternidade 2015 – cujo objetivo geral é aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre Igreja e sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II –, o Grupo Marista recolheu testemunhos, reflexões e ponderações de quem participou e/ou estuda o Concílio e organizou o presente dossiê com a intenção de oferecer à Igreja do Brasil um subsídio que nos oriente a perceber a grandeza desse salutar evento que, nas palavras de João XXIII – na abertura do Concílio –, se trata de um Concílio prevalentemente pastoral.

Esperamos, pois, que possamos todos, à luz do Concílio, viveras alegrias e esperanças de nosso tempo para tornar Jesus Cristoconhecido e amado.

Ir. Joaquim Sperandio (Pronvincial da Província Marista Brasil Centro-Sul)


Vaticano II

Download do Texto/Encarte

Vídeos: