O XXI Capítulo Geral nos desafia a “promover os direitos das crianças e jovens, empenhando todos os âmbitos de nosso Instituto na defesa destes direitos, ante os governos, as organizações não governamentais e outras instituições públicas”.
O apelo mostra a necessidade de atualizarmos nossos mecanismos de participação, empenhando cada vez mais esforços na temática de promoção e defesa de direitos. Desta forma, “sentimo-nos impelidos a agir com urgência para encontrar formas novas e criativas de educar, evangelizar e defender os direitos das crianças e jovens pobres, mostrando-nos solidários com eles” .
Com o objetivo de responder a esses apelos, a Pastoral do Grupo Marista vem desenvolvendo iniciativas na linha de formação e acompanhamento que atendam às demandas da temática. Nesta perspectiva, o Setor de Pastoral propõe para o ano de 2016 o Projeto Fóruns de Juventudes: fortalecendo a presença Marista na promoção e defesa de direitos das crianças, adolescentes e jovens, que teve início na última sexta-feira (1º), por meio de videoconferência com todas as unidades do Grupo Marista.
O projeto consiste na promoção de discussão e diálogo entre entidades, instituições e organismos eclesiais e sociais, a partir de uma temática relacionada à promoção e à defesa de direitos das crianças, adolescentes e jovens. Os Fóruns serão realizados em uma ou várias etapas, em nível local ou, até mesmo, com a articulação entre unidades de uma mesma cidade.
A opção em retomar o projeto dos Fóruns de Juventudes se dá pelo fato de acreditarmos que suas ações possam fortalecer o trabalho junto aos espaços decisórios de políticas públicas, bem como o aprofundamento da articulação Marista com outros organismos que atuam com o segmento das infâncias, adolescências e juventudes. Estamos convencidos de que os resultados dos Fóruns de Juventudes serão significativos para nossa Instituição, uma vez que se trata de uma demanda em nível de Instituto Marista.
Devemos perceber que somos responsáveis em atender a apelos que correspondem à essência da missão Marista, a de “tornar Jesus Cristo conhecido e amado” em meio a crianças e jovens, garantindo sua dignidade e formação autônoma. Que saibamos, nos dias de hoje, agir como autênticos Maristas de Champagnat, indo depressa para uma nova terra.