A PUCPR concedeu nesta terça-feira (12) o título de Doutor Honoris Causa ao Cardeal italiano Gianfranco Ravasi, presidente do Pontifício Conselho para a Cultura no Vaticano. A sessão solene, que aconteceu na Biblioteca da Universidade, faz parte das atividades do Átrio dos Gentios, maior evento promovido pelo Vaticano para debater a ciência, a cultura e a fé. Após a cerimônia, o Cardeal participou de uma conferência para os professores da Instituição.

A concessão do título Honoris Causa foi outorgada por unanimidade no início de março após proposta do Instituto Ciência e Fé da PUCPR. O título constitui a mais alta dignidade acadêmica, que apenas uma instituição universitária pode outorgar a personalidades com relevantes serviços prestados a educação, artes, cultura e Igreja. Este é o 14º título que Ravasi recebe e o primeiro título recebido por uma universidade brasileira.

Durante a cerimônia, o reitor da PUCPR, Waldemiro Gremski, lembrou que o Cardeal Ravasi é uma das personalidades mais importantes da arte e da cultura no meio eclesiástico. Também destacou a extensa obra literária de Ravasi, com mais de 150 títulos, e seu contato com os jovens. “Apaixonado por novas mídias, Gianfranco Ravasi acredita que o Evangelho deve ser propagado para o mundo, seja ele virtual ou não. Além disso, é o principal responsável pelo diálogo com os jovens e com aqueles que não creem. Por isso, é uma honra tê-lo aqui”, ressaltou.

O discurso do Cardeal foi de gratidão: “o que eu espero é expressar a emoção de dialogar com vocês. Receber o título de Doutor Honoris Causa me faz recordar dos meus tempos de Universidade, tanto como professor quanto como aluno, onde há essa atmosfera de amizade, fraternidade e família. Esta láurea também me emociona. Aqui, com vocês, eu conheci a multiplicidade das cores culturais e espirituais. Aqui eu quero construir um diálogo”, concluiu.

Já receberam o título de Doutor Honoris Causa nomes como a médica pediatra e sanitarista, Zilda Arns Neumann; o Teólogo, Arcebispo Anglicano da Cidade do Cabo e prêmio Nobel da Paz, Desmond Mpilo Tutu; e Teólogo do Concílio Vaticano II, autor de teses e trabalhos universalmente consagrados. Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei Constantino Koser, OFM. Veja outros nomes aqui.


 

Átrio dos Gentios

Promovido pelo Pontifício Conselho para a Cultura da Santa Sé e realizado em espaços simbólicos de diferentes cidades do mundo, essa é a primeira vez que o Átrio de Gentios acontecerá no Brasil e reunirá intelectuais, artistas, acadêmicos cristãos e não cristãos para discussões e debates de temas que tocam, antes de tudo, a existência humana e sua relação com o transcendente.

Idealizado, no Brasil, pelo Instituto Ciência e Fé, da PUCPR, juntamente com a Arquidiocese de Curitiba e a Conferência Nacional dos Bispos no Brasil (CNBB), realizado nos dias 11, 12 e 13 de abril.