A cada oito anos, o Instituto Marista reúne seus irmãos para o principal evento da instituição: o Capítulo Geral. Trata-se de uma assembleia para a escolha do Superior Geral, Vigário Geral (equivalente a um vice-líder do Instituto), do conselho administrativo e também para a votação de importantes documentos e constituições do Instituto.

“O Capítulo Geral aconteceu durante os meses de agosto e setembro do ano passado, na Colômbia. Várias pessoas são envolvidas não só na preparação, mas também nas votações”, conta Sandro Marques, diretor de TI do Grupo Marista. Em 2017, a assembleia foi organizada pelo Grupo Marista, uma das divisões brasileiras do instituto.

Novas decisões que estavam por vir traziam antigos desafios, principalmente no que se refere à comunicação entre os participantes, um público multicultural e falante de idiomas diversos. “Basicamente o cenário que a gente encontrou foi de 200 anos de tradição, além disso, a gente tinha um contexto transcultural e de multi-idioma”, explica Erik Guimarães, gerente de projetos da Big Brain, parceira da implementação de novas tecnologias no Grupo.

“No evento anterior utilizamos soluções de tecnologias alternativas”, conta Laercio Loureiro, gerente de projetos e aplicações do Grupo Marista. “Então não houve um planejamento para uma estrutura tecnológica. A primeira ação para este ano foi criar uma estrutura que pudesse entregar tecnologia e também a experiência do usuário usando a plataforma Microsoft”.

Conectando tradição e pessoas através da Nuvem

Loureiro conta que a solução encontrada foi a adoção das soluções de produtividade do Office 365, como o Sharepoint para compartilhamento de arquivos entre os participantes, para a publicação de arquivos e tradução de comentários. “Tudo através do OneDrive, exploramos muito também o OneNote, e incentivamos o uso das demais ferramentas disponíveis”, conta.

A idade média dos participantes foi de 68 anos, um público que estava acostumado a um universo totalmente offline e analógico, com votações em papéis e debates sobre documentos impressos. “Mas desta vez o evento foi todo digital. Os irmãos podiam usar os equipamentos no idioma de preferência, configuração que auxiliou na comunicação entre eles, já que se alguém comentava sobre algum documento e outro não entendia, bastava traduzir com a ferramenta”, conta Sandro Marques.
Um novo capítulo na história dos Maristas
Durante o evento, os temas eram abertos para discussão entre os diversos grupos. Com o Wi-Fi disponível em toda a estrutura, era possível interagir com os conteúdos pelo Yammer – solução Microsoft para redes sociais corporativas – formando assim uma rede completa e segura entre os participantes do Cápitulo Geral, independentemente de onde estivessem os participantes, permitindo interação em tempo real e em seu idioma nativo. Outra vantagem foi que, mesmo após o final do evento, os conteúdos podiam ser consultados a qualquer momento através da Nuvem Microsoft.
“Para Microsoft, realizar um evento como o Capítulo Geral, que é um dos mais importantes para os irmãos Maristas no mundo, reforça a importância da nossa parceria com o Grupo no Brasil”, comenta Fernando Cruz, Executivo de Contas para Educação na Microsoft Brasil.
Para Laércio, adotar o Office 365 mostrou que a ferramenta é capaz de entregar muito mais do que somente tecnologia.
O resultado foi que a Transformação Digital realmente chegou aos Irmãos Maristas e em um importante momento da organização. O sucesso da execução do Capítulo Geral em parceria com a Microsoft impulsiona a constante evolução sempre com atenção às inovações de forma abrangente e segura para os usuários.