notícias

Jovens Maristas em Missão nas Ilhas Paranaenses

quinta-feira - 16 de julho de 2015
Área: Solidariedade

imprimir

 

Jovens Maristas em Missão nas Ilhas Paranaenses
Projeto escolheu a ilha de Superagui e das Peças em Guaraqueçaba

Mais de 20 ex-alunos pertencentes à Pastoral Juvenil Marista (PJM) da Província, vinculadas aos Colégios, Unidades Sociais e PUCPR, participaram do projeto Missão Solidária Marista Ir. Lourenço. A missão é uma atividade que faz parte de um itinerário de educação para a solidariedade e é destinada a jovens Maristas que já realizaram outras missões solidárias na Instituição. Realizada no período de 04 a 11 de julho, estavam presentes ex-alunos dos colégios de Arquidiocesano (SP), Maringá (PR), Cascavel (PR), Ribeirão Preto (SP) e Paranaense (PR).

Além dos jovens, alguns colaboradores e Irmãos Maristas também participaram da experiência como mediadores. Para receber o projeto foram escolhidas duas ilhas pertencentes ao município de Guaraqueçaba, que se localiza na região litorânea do estado do Paraná e que conta com uma Unidade Marista (Centro Social Marista Ir. Panini). Enquanto parte da delegação destinou-se a Ilha de Superagui, a outra seguiu rumo a Ilha das Peças.

Essa missão diferenciou-se daquelas já realizadas pelo grupo Marista, uma vez que as propostas de ação eram elaboradas dia-a-dia, mediante diálogos estabelecidos ao longo da semana entre jovens e comunidade. A partir dessa relação, a missão foi-se estruturando com diversas atividades. A principal delas deu-se com a imersão dos participantes na realidade da população local: todos foram acolhidos como “filhos” nas casas dos moradores locais e, durante os dias de missão, incluíram-se na rotina familiar. Além das refeições e do repouso diário nessas casas, alguns tiveram a oportunidade de pescar junto aos seus “pais”, enquanto outros trabalharam produzindo pães na cooperativa de mulheres. Houve também aqueles que contribuíram nos afazeres da própria casa.

A imersão na comunidade, em ambas as ilhas, também contemplou recreação com as crianças, formação com jovens e adultos, visitas missionárias, orações e muitas outras atividades planejadas conjuntamente entre missionários e população.

Ao término da missão, os participantes vivenciaram um “retiro dinâmico”, a fim de refletirem a experiência da semana, bem como discernirem sobre os próximos passos a serem dados no itinerário de educação para a solidariedade. “Saio daqui reabastecida”, comentou a participante Natália Neves, de Ribeirão Preto. “Independente de onde esteja, levarei o Carisma Marista comigo”, sinalizou Bruna Caroline, de Maringá.

imprimir Compartilhe

Buscar
Notícias