Faltam cerca de 6 meses para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018), que acontece nos dias 4 e 11 de novembro. A preparação para o Exame já está a todo vapor em todas as unidades da Rede Marista de Colégios, mas em especial, três deles comemoram resultados significativos na última edição: Colégio Marista de Maringá, Colégio Marista de Criciúma e Colégio Marista Frei Rogério, localizado em Joaçaba (SC).

Todos ficaram em 1º lugar no Enem 2017, considerando os resultados nas respectivas cidades, com base na média de questões objetivas, de acordo com os dados disponibilizados pelo INEP e tabulados internamente.

Segundo Karin Reis, coordenadora educacional do Colégio Marista de Criciúma, o bom desempenho da instituição é resultado de trabalhos pedagógicos e de suporte ao aluno desde o Ensino Fundamental, com uma preparação contínua que não explora meros resultados, mas acompanha a evolução do estudante ao longo do ano letivo.

“Não focamos apenas em resultado, mas no processo de aprendizagem ao longo dos anos. Não buscamos a massificação dos conteúdos, mas a compreensão completa”, afirma a coordenadora, ressaltando o bom trabalho dos professores.

Para, Luiza Grings, aluna Marista que participou do Enem 2017, o acompanhamento ao longo dos anos, e as aulas especiais para o Enem fizeram diferença na absorção do conteúdo e na confiança para o dia da prova.

“O Colégio sempre me ajudou muito com os vários simulados no ‘estilo Enem e oficinas de textos e de exatas. Eles também disponibilizavam provas anteriores e resoluções, orientando e facilitando a compreensão e nos ajudando no treino, com uma preparação muito melhor”, conta.

Hoje Luiza cursa Medicina na Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense) e acredita que embora seja uma fase difícil para a grande maioria dos adolescentes, algumas dicas podem ajudar a realizar um bom exame. “É muito importante ter controle emocional, pois fazer a prova tranquila e confiante é essencial para alcançar um bom resultado. Além disso, fazer provas anteriores para conhecer melhor o estilo de avaliação e o tempo exigido contribui para conquistar uma boa nota”, finaliza.