Quem chega a Itapejara D’ Oeste, hoje com aproximadamente 12 mil habitantes, logo percebe a presença Marista. Ela sempre teve uma importante contribuição na formação e infraestrutura da cidade e comemorará a data com atividades diversas programadas até o final do ano.

Neste mês de abril, o Centro Social Marista Itapejara, em sua sede, inaugurará o Memorial Presença Marista em Itapejara, aberto ao público, com uma mostra de textos e fotos antigas, vídeos-documentários, objetos antigos e pesquisa histórica. Duas atividades agitarão o mês de junho: uma Sessão Solene da Câmara dos Vereadores, para anunciar a fundação da Praça Marcelino Champagnat, com um busto de 1,40m em memória do fundador do Grupo Marista e a realização da segunda edição do Fórum de Educação e Direitos Humanos Itapejara, em parceria com a FADEP (Faculdade de Pato Branco), com o tema “50 anos Educando para a Vida”.

Quando chegaram, em fevereiro de 1968, os Irmãos Maristas atendiam filhos de colonos em uma escola agrícola. Faziam catequização, trabalho com famílias e formação humana básica. Com o crescimento da cidade, há 22 anos, foi fundado o Centro Social Marista Itapejara. Hoje ele oferece educação integral, em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade, para 300 crianças e jovens de 6 a 16 anos. Ali são realizados projetos baseados em temas como agricultura, imigração, brincadeiras lúdicas, cuidados com o corpo, relacionamento entre gerações, textos e matemática. Para aproximar as famílias, há o projeto “Tchê Aprochega”, que inclui atividades como oficina culinária, filmes e inserção tecnológica.