Evento ocorre na quinta-feira, 23, às 18h30min, com a presença do Bispo da Diocese de Joinville, Dom Francisco Carlos Bach

Na quinta-feira, 23, às 18h30min, a Católica de Santa Catarina inaugura a capela da unidade de Joinville. A revitalização do espaço faz parte das obras de restauro do complexo histórico no Centro da cidade onde, durante quase um século, funcionou a Metalúrgica Wetzel e hoje abriga o centro universitário. O local está aberto à celebração de missas e poderá ser frequentado por toda a comunidade.

O evento deve contar com a presença do Bispo da Diocese de Joinville, Dom Francisco Carlos Bach, do padre João Carlos de Oliveira – pároco da paróquia Divino Espírito Santo e capelão da capela da Instituição, entre outras autoridades.

A capela tem espaço para 32 pessoas sentadas. A construção de 80 m² foi erguida entre as décadas de 1970 e 1980, em estilo art-deco com influências da arquitetura alemã. “Pela década de construção, entende-se que fazia parte da era metalúrgica da fábrica Wetzel, tendo o espaço originalmente utilizado para fabricação de componentes elétricos e mecânicos”, comenta a arquiteta responsável pelo projeto de restauro do complexo, Marjorie Suider.

As obras de restauro ocorreram em duas etapas. A primeira envolveu a parte externa e foi realizada entre dezembro de 2016 a fevereiro deste ano, quando foi retirada a camada de reboco que havia nas paredes deixando aparente a estrutura de tijolos. Também foi feita a substituição das telhas e das esquadrias das portas e janelas, que estavam bastante danificadas pela ação do tempo. O trabalho na parte interna, ambientação, iniciou em agosto e terminou neste mês, com a colocação do mobiliário e da iluminação.

Marjorie explica que o objetivo foi deixar a capela acolhedora. Os bancos, o altar e o ambão – espécie de púlpito destinado especificamente à liturgia – foram produzidos com mogno de cor escura. O sacrário (local para armazenar as hóstias) em bronze foi cedido à Católica SC pelos Irmãos Maristas.

As luminárias foram produzidas artesanalmente e a iluminação é discreta, evidenciando a estrutura em madeira aparente que sustenta o telhado. Para garantir conforto térmico e visual, as janelas ganharam brises – uma espécie de basculante de madeira, que serve para controlar a incidência de sol.

O vice-reitor da Católica de Santa Catarina, Sandro Vaz, destaca que a iniciativa de revitalizar o imóvel histórico e abrir a capela para a comunidade demonstra que a Instituição valoriza a cidade onde atua e cumpre sua missão de “desenvolver e difundir o conhecimento e a cultura e formar cidadãos humanos, éticos, justos e solidários para a transformação da sociedade”.

O bispo da Diocese de Joinville, Dom Francisco Carlos Bach, comenta que a Diocese de Joinville é grata à Católica SC pela abertura de uma capela dentro do imóvel histórico. “Todo local que nos leve ao encontro com o sagrado é um precioso instrumento para dar sentido e equilíbrio à pessoa humana. Uma capela, com suas características próprias, torna-se ambiente adequado para o encontro com o Deus de Amor, que gera em nós compromissos sociais de justiça, solidariedade e partilha”, comenta.

Espaço preserva a história do século passado

A restauração do complexo da Wetzel começou em 2010 e contempla um espaço de 22 mil metros quadrados entre as ruas Visconde de Taunay e Senador Felipe Schmidt. Os primeiros cursos chegaram ao local em 2012 e, desde então, os estudantes têm a oportunidade de estudar em espaços que preservam a história do século passado. O investimento é de R$ 26 milhões, com recursos próprios.

A antiga fábrica também abriga dois locais de atendimento gratuito à comunidade: o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) e o Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF), em que estudantes dos Cursos de Direito e Ciências Contábeis prestam serviços jurídicos e fiscais, sob a orientação de professores. Além de promover a revitalização da área da antiga fábrica, a Instituição construiu dois blocos novos para as salas de aula.

Hoje, a Católica de Santa Catarina conta com cinco mil alunos nos cursos de graduação e pós-graduação, nas unidades de Jaraguá do Sul e Joinville.