O Capítulo Provincial da Província Marista Brasil Centro-Sul teve início na quarta-feira (6). Trata-se de um momento importante para a Província, pois além de proporcionar o encontro entre Irmãos, Leigos e Leigas Maristas, também representa o fechamento de um ciclo e o início de um novo.

Na cerimônia de abertura, o Ir. Joaquim Sperandio saudou todos os participantes do Capítulo – Irmãos, Leigos, Leigas, colaboradores e jovens. Além disso, o Conselheiro Geral, Ir. Óscar Martín Vicario trouxe uma mensagem de gratidão do Ir. Ernesto Sánchez (em viagem para o Brasil) ao Ir. Joaquim pelo trabalho, entrega e entusiasmo nos seis anos de dedicação à gestão da Província Marista Brasil Centro-Sul e ao Ir. Benê Oliveira por aceitar o convite para ser o novo Superior Provincial.

O Ir. Rogério Mateucci lembra com carinho que, ao longo dos seis anos de gestão do Ir. Joaquim, as cartas entregues aos Irmãos sempre traziam um convite ao final. “Ele dizia que devíamos permanecer alegres na esperança, pacientes nas dificuldades, perseverantes na oração e criativos na missão”, recorda. Certamente esta mensagem ficou marcada para todos os Irmãos da Província.

Ao tomar a palavra, o Ir. Joaquim expressou dois sentimentos de maneira especial. O primeiro deles é o de perdão pelas coisas erradas que foram feitas ao longo de sua gestão, ainda que não intencionalmente. O segundo sentimento é de gratidão pela oportunidade de crescimento espiritual que a convivência com Irmãos e Leigos proporcionou a ele. “No período em que fui Provincial, pude conhecer pessoalmente muitas pessoas que trabalharam incansavelmente pela Missão e isso me fez aprender muito”, afirma. O Ir. Joaquim também agradeceu ao Conselho Provincial que o apoiou em reuniões, representações e outras oportunidades.

Para dar a posse ao Ir. Benê, ele o entregou dois símbolos: a imagem de Nossa Senhora Aparecida, para que lembre de recorrer a Ela nos momentos de angústia; e um avental, que representa o trabalho, para que ele se dedique ao máximo para seguir firme na Missão. Ao final do seu discurso, ele invocou a benção de Deus pela intercessão da Boa Mãe e de Marcelino Champagnat para o início do novo triênio. Em seguida, o Ir. Óscar leu a mensagem oficial do Ir. Ernesto e dos Conselheiros Gerais sobre a decisão da nomeação do Ir. Benê após sondagem realizada na Província.

O Ir. Benê Oliveira ficou muito feliz com a nomeação. Ele lembra que o modelo de Superior apresentado por Marcelino Champagnat é de um Irmão que supervisione, anime, atenda e ame as pessoas à sua volta. Diz ainda que é preciso ser prudente, experiente, piedoso, firme e constante. “Não sinto à altura dessa máxima do fundador, mas é certo que vou me empenhar”, afirma. A nomeação do Ir. Ernesto é, para ele, uma provocação para converter-se ainda mais para melhor servir ao Senhor, agora em um novo ofício na Família Religiosa.