“Ao verem a estrela encheram-se de uma imensa alegria” (Evangelho de S. Mateus 2, 10).

 

Caros Maristas de Champagnat,

O Senhor nos concede a graça de celebrarmos mais uma vez a festa do Natal. Na festa do nascimento do Menino Deus, a natureza divina se derrama sobre a natureza humana, e somos visitados de maneira definitiva por Deus.

A Boa Nova é iluminada pela aurora de um “Novo Começo”. Na figura de José, Maria e o menino Jesus somos chamados a vivenciar, mais uma vez, o espírito da família de Nazaré. Esta é e, continua a ser o nosso referencial como Maristas de Champagnat.

A campanha de Natal deste ano evoca os símbolos e as chamadas do XXII Capítulo Geral do Instituto Marista, que nos convidam a um “Novo La Valla”. A “mesa de La Valla” torna-se um sacramental da fraternidade, local da partilha do pão, que no Natal, de maneira ainda mais intensa, nos evoca o convite à solidariedade.

Celebremos o Natal do Senhor atendendo às chamadas do XXII Capítulo Geral, por meio da:

  • nossa incansável busca de sentido, nossa busca de Deus;
  • formação de famílias que cuidam e geram vida;
  • profecia da dignidade humana;
  • ação de ser presença curadora e co-criadora da Casa Comum.

Fazemos nossas as palavras do Venerável Irmão Francisco ao se despedir de um jovem Irmão, às vésperas do Natal: “Suplique ao amável Menino Jesus para que o ajude a formar bem seus alunos: deixo-o pertinho do seu presépio: encontrará aí tudo o que lhe posso desejar de mais vantajoso para passar um ano feliz” (Cartas Pessoais, doc. 1059).

 

Oração diante o Presépio

Obrigado Menino Jesus por tanto amor.

Obrigado pelo dom que nos fizeste de ti, mesmo nascendo em Belém.

Obrigado pelos imensos benefícios que nos trazes ao vir entre nós.

Obrigado pela pobreza de teu nascimento que nos enriquece da riqueza de Deus.

Obrigado pelo teu amor que a todos acolhe, mesmo quando tu recebes somente uma manjedoura para te acolher neste mundo.

Obrigado por todos os bens com que nos revestes mesmo quando tens somente faixas para te envolver o corpo.

Obrigado por tua vida tornada nossa, pelas maravilhas e doação que transformam o nosso coração e o nosso ser.

Obrigado pela fidelidade de teu amor que não desanima ante nossas infidelidades.

Obrigado pelo futuro sempre melhor que tu nos abres ao teu nascimento.

Obrigado pela intimidade sempre mais profunda que nos ofereces ao assumir a nossa carne.

Obrigado pela abertura de teu coração que nos faz entrar na plenitude de teu amor

Ó filho de Deus, nascido em Belém, Deus forte, dá-nos a paz de tua proteção contra todos os perigos, a paz do abandono, a tua terna e forte bondade.

Ó Emanuel, Deus conosco, dá-nos a paz no perdão concedido às nossas faltas, na benevolência assegurada para sempre.

Ó filho de Deus, nascido da Virgem Maria, dá-nos a paz do entendimento e da reconciliação com o próximo, a paz da unidade que nos reúne em uma só alma e um só coração

Ó Jesus, Sol Nascente, dá-nos a paz da tua intimidade, a paz da tua presença, a paz do teu silêncio. Amém. (Dom Júlio Endi Akamine).